sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Portugal

Chegámos no domingo passado a Portugal, dia 27 de Novembro e de sofá em sofá em casa de amigos temos sido muito felizes. Não existe nada como comprar legumes e frutas com preços e qualidade fabulosas nos mercados de bairro ou na bancada na rua da cidade. Existe uma singeleza em ver os encontros das pessoas nos transportes públicos e porque fazem a mesma viagem há anos, guardam o jornal uns para os outros ou quando se reunem para tomar o café e as torradas no café da esquina. São detalhes que me fazem feliz quando ando por o meu Portugal. Até o ser rude no tratar me encanta porque não é mal em si, é um jeito muito nosso de ser que precisa ser visto com bom humor e por vezes descaso, eu rio e acho piada. Tudo me encanta neste país e sempre voltarei a ele, sempre e um dia será mesmo para Sempre e todo o sempre. O meu eu é feliz aqui.


by Irina Jeanette

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Alice no País das Maravilhas - Violência Doméstica

Quando era criança, tanto eu, como minha irmã gostávamos muito de assistir a Alice no País das Maravilhas e como crianças era dos nossos desenhos animados favoritos, no entanto não tínhamos qualquer filtro que separasse a realidade da ficção. Éramos muito pequeninas, mas talvez em nós já existisse o desejo da fugir da nossa realidade e entrar num mundo diferente. 

A Alice chegava ao mundo das maravilhas por saltar para dentro de um espelho mágico e nós pequeninas. um dia pensámos que esse espelho existia em nossa casa e começámos a fazer as nossas tentativas de chegar ao país das maravilhas. Várias vezes por semana, talvez quando a realidade era mais crítica e oprimia nossos pequeninos seres, queríamos fugir, talvez inconscientemente, e íamos para a frente do espelho e saltar e tentar experimentar de repente abrir os olhos e estar numa realidade mais colorida, cheia de vida, longe de medos. 

Nunca chegámos ao país das maravilhas, nunca fomos a Alice, talvez o segredo fosse esse, se ao menos tivéssemos nascido Alices de outra família, mas éramos apenas a Neusa e a Irina e a nossa realidade era aquela, apenas aquela. 

A Neusa sempre sofreu mais que eu no seu crescimento, olhando para trás vejo que do lado materno existiam claras preferências e diferença de tratamentos. A Neusa era reacionária, talvez por ser mais parecida em natureza com a mãe, o conflito fosse maior, eu era calada e quieta, ouvia, obedecia e calava. 

A Neusa morreu há 3 anos atrás e a data aproxima-se, de uma infância infeliz, ela rumou para um desastre maior, um casamento triste e absurdo com detalhes muito infelizes de violência doméstica e abusos psicológicos e emocionais. Tentou abrigo no seio materno e nunca o achou....a vida não foi boa com ela e descansou, descansou das tentativas de ser feliz, de tentar saltar através de um espelho e experimentar outras realidades, o mundo fechou-se para ela e foi mau com ela. 

Em breve vou fazer uma homenagem a ela, porque ela foi muito amada por mim e lembro sempre a última vez que conversámos ao telefone.

Que triste ela nunca ter percebido que o verdadeiro espelho estava dentro dela, a verdade estava dentro dela, não precisava que ninguém dissesse o valor que tinha ou a beleza que me encantava e a outros, pena que os espelhos onde procurou por aprovação e amor, sempre mentiram e disseram coisas que destruíram sua fantasia, desejo, sonho de ser feliz. 

Um dia irei reencontrar a minha irmã, sou teimosa e tenho fé e aí será num país real de muitas maravilhas, sem a necessidade de espelhos ou ficção, a realidade do amor, da fé e da verdade vai encher nossos corações e dar uma nova vida.

Espero que outras mulheres e homens, que sofram num país sem maravilhas, nas suas vidas, casamentos ou famílias tenham a coragem de se libertar, falar, buscar ajuda e apoio, antes que seja tarde demais. Parem de tentar sair da vossa realidade através da ficção que ele/ela algum dia vai mudar e sim ainda podem ser felizes apesar dos abusos. A realidade é a realidade, encarem os vossos medos e entrem num mundo novo mais pacífico onde a vossa felicidade depende apenas de vocês mesmos e de mais ninguém. O vosso porto seguro, pode chegar numa conversa com um amigo, uma denúncia, um colocar um ponto final nesse círculo de tristeza, lágrimas e abusos. Sejam fortes e saltem desse mundo para uma realidade melhor. A vida não é colorida como nos desenhos animados, mas podemos ser felizes, basta arriscar e ser feliz.

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Falando de Dinheiro | Irina Jeanette | Respondendo TAG

Vídeo desta semana no canal do Youtube | Irina Jeanette Souza Esta semana falamos de dinheiro, onde gastamos mais, as coisas mais estranhas que fizemos por dinheiro e sonhos de ganhar uma fortuna.



Espero que gostem e deixem comentários sobre vossos sonhos, prazeres e dificuldades em relacão ao dinheiro.

Love <3 p="">

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Manual de Sobrevivência...


Dentro de alguns dias viajamos para Lisboa e aquilo que poderia ser apenas férias ou lazer, na verdade nunca o é.

Portugal desde 2013 é lugar onde consigo ter as mais altas taxas de ansiedade e sofrimento, quando regresso a Inglaterra volto sempre doente. O meu corpo reage muito mal a esses níveis de ansiedade e stress, da última vez foi um internamento em hospital de 3 dias com uma doença de pele que roubou meu sono e deixou marcas por mais de 1 ano. Não teve diagnóstico, sabe-se s[o que o meu sistema imunitário foi totalmente abaixo, enfim...já passou.

Ontem tive o primeiro pesadelo relacionado com a viagem e acordei com suores frios. Horrível!

Imaginem se sonho antes da viagem, o que seria se tivesse de mudar para viver de novo em Portugal? Apesar de que essa é a minha vontade, preciso ser racional e ter a certeza que por razōes de sobrevivência da espécie é melhor ficar quietinha onde estou.

Vou construir um plano para não enlouquecer ahahah, porque a coisa agora ficou feia.

Como vou ficar perto da praia e longe de onde cresci, tenho boas hipóteses de sobreviver e ser feliz, talvez se eu deixar os assuntos treta, para os assuntos treta e depois que terminar, ir passear, comer fora, ser feliz e viver como se estivesse em outro lugar do mundo de férias. Distanciar-me talvez da realidade dentro da realidade seja o ideal. Será possível?

Alguém com ideias e sugestōes para um manual de sobrevivência em Lisboa ou seja lugares para descontrair e abstrair de tensōes?

domingo, 13 de novembro de 2016

Aprendi a ser feliz....depois dos 30

Foi no Brasil, em São Paulo aos 31 anos que aprendi a ser feliz.

A minha infância não foi bonita e de criança, cedo tive de aprender a lidar com muitas pressões e traumas, mas só hoje olhando para trás vejo isso, na altura, talvez pensasse que aquilo fosse normal a todas as crianças. 

Só quando um dia fugi das realidades que me cercavam e fui morar a 10 horas de distância de avião, comecei a ver, sentir e experimentar a felicidade simples que é viver.

Foi lá em São Paulo, no Brasil, entre 2011 e 2013, experimentei coisas novas e vivi a felicidade. Coisas como andar de skate, viver numa família funcional, fazer minhas escolhas sem opressōes exageradas e entender o valor único da individualidade humana.

Estava tão feliz e livre que tinha saúde e com certeza menos 40 kilos que tenho hoje, o amor cura, o amor faz bem ao corpo e á alma e por isso deixo três fotos como prova desses dias livres, bonitos e cheios de felicidade....depois dos 30!




Is It Friday Yet?


Na sexta- feira começou uma nova rubrica no meu canal do youtube e nele vou discutir os assuntos que mais mexeram a atualidade dessa semana.

Espero comentários vossos e interacção pois isso é o que mais legal deste vídeos.

Podem e devem também sugerir os temas a debater, vamos a isso?

Ë toda a sexta-feira na rubrica: Is It Friday Yet?


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Go Trump...( to hell)

Hoje passei o dia de cama, acho que me levantei para tomar um duche e cantar os parabéns á sogra, neste dia de profunda tristeza mundial pela eleição de Trump. A história é um ciclo, a estratégia de marketing político dele foi brilhante, a América profunda gosta é dos mauzões. Não querem políticas amigáveis e restrição na compra das armas, é um povo de uma cultura de guerra muito grande. Ele com todos os canais a falarem mal dele, só conseguiu marketing gratuito e assim ganhar mais adeptos. Os poderes mundiais na minha opinião estão a arregimentar para um grande conflito mundial contra as minorias, sejam eles refugiados, imigrantes, pessoas de outras fés e por aí fora. A América fez o que já se fez em Inglaterra com o Brexit, isto é tudo sobre extremismos, nacionalismos raciais e afins. E v
amos lá pensar amigos, porquê a surpresa? Não viram já nos países europeus as ideias nacionalistas e ideais racistas se pronunciaram de forma tão acentuada e crescente nos últimos anos? Falam do Trump e das ideias dele, como se não tivessem os nossos governos adotado estratégias semelhantes relativamente aos refugiados e outras minorias. Menos hipocrisia e já ajudava. Não é só a América que está doente .... é a humanidade!

A história repete-se só isso....

Lavanderia do Alabama anuncia que lava roupas apenas para pessoas brancas, EUA, 1951.

* “We Wash for White People Only” – Birmingham, Alabama. 1951


terça-feira, 8 de novembro de 2016

Eleições Norte Americanas ...

Hoje são as eleições nos EUA, e sinceramente nunca tive um desinteresse tão grande como o de hoje. Claro que estou a acompanhar e quero saber os resultados, mas depois do master fail nas votações do Brexit aqui em UK, já não tenho esperanças nenhumas na política e pouca fé na humanidade, para ser sincera. 

Não sou a favor de Clinton ou de Trump, para mim, nem um e nem o outro. Considero  os dois igualmente perniciosos e perigosos para a política internacional e com carácter muito duvidosos. Enfim, mas isto sou eu. 

Só ainda não entendi como se vai em 8 anos de um Barack Obama, para um Trump...

Se alguém aí me souber explicar, por favor, esteja á vontade.


Vídeo de Favoritos do Mês...



Novo vídeo no canal sobre os meus favoritos do mês de Outubro, video que mostra os produtos que mais gostei de usar nas últimas semanas.

Espero que gostem, seja útil para vocês e não deixem de se inscrever no canal, deixar comentários e sugestões. Beijinhos e muito amor.
<3 p="">
<3 p="">
<3 p="">

segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Assim começa a semana e o dia...

E o dia começa cedo com a leitura do livro dos livros: a Bíblia, e o meu favorito ever! 
Depois é atacar os estudos porque só a vitória é aceitável neste estágio da vida. E a minha irmã com seu sorriso e beleza nesta foto, lembra-me as coisas mais importantes na vida: a fé, o amor e a esperança. O dia do exame final aproxima-se a passos largos e preciso estar preparada e por isso o acordar cedo, o chá verde e  jasmine orgânico para acordar, pois tenho sangue de panda.


 

Depois de ler a bíblia e entregar meus caminhos neste dia para Deus, volto-me para os livros comuns de estudo na minha área e hoje será assim, tal como foi ontem e será pelas semanas adiante. Mas vou acreditar que sim, com esforço e dedicação alcançarei a meta que me propôs quando um dia cheguei a este país estranho. 

Uma boa semana para todos nós :)

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

Vai em paz filha....


Acabo de receber um telefonema de extrema importância para a minha vida, muito compenetrada a pessoa diz:
-" Quero te pedir perdão por todo o mal que te causei na vida." 
Eu perguntei:
- "Qual deles?"
A pessoa responde:
-"Ah isso eu já não sei....."
A pessoa quer pedir perdão de verdade ou está com medo das consequências desses males praticados?

E assim, mais uma vez ouviu o que não queria: a verdade!

Como pode a pessoa acreditar que ainda tenho 5 anos e que com um telefonema a pedir perdão do não sei, vai deter -me de procurar a justiça seja como for? 

Por favor, não menosprezem a minha inteligência, porque até quando pedes perdão a Deus, ou te confessas a um padre, deves dizer quais os pecados a que te referes e agora vens pedir perdão do não sei?

Sendo assim, vai em paz filha que eu também não sei do que te perdoar.


quarta-feira, 2 de novembro de 2016

O exame da minha vida.....

Dentro de 3 semanas vou ter um dos maiores exames da minha vida e em inglês e todas as noites deito na cama, orando e pensando que amanhã sim, acordo e estudo tudo o que está para estudar, livros e e livros empilhados. E todos os dias acordo e a força titânica que me puxa para não sair da cama é tremenda. Criei até um espaço todo apropriado para estudar ao estilo secretária Pinterest e nem isso ajuda. quero só ver o que vai ser de mim, se não me puser a pau.

Alguém aí com frases motivacionais ou dicas para a pessoa aqui se animar?

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Inglaterra ou Portugal ? Review de Brooklyn - o mais lindo filme romântico ( spoiller alert)

Hoje quando acordei, sabia que tinha muito para fazer e apesar da mente sair da cama, o corpo continuava ali desobediente. Aqueles que me conhecem sabem que tenho um muito vagaroso acordar e não gosto de conversar pela manhā e por isso, fiquei por ali.
Contrariamente ao que faço habitualmente, liguei o Netflix e fui ver que filmes haviam disponíveis e em categoria de Romance, vi o "Brooklin", duas horas de filme e por ali me deixei ficar. Agora depois de algumas horas, estou feliz de ter ficado quieta na cama, pois é dos filmes mais bonitos que vi ultimamente. Eu tenho andado muito no trilho dos policiais e suspense e, este filme veio desintoxicar todo o mal do género humano e coisas fora do controlo dos thrillers policiais. Um filme, sobre escolhas, imigração, dúvidas entre o ficar e voltar, ou seja, tudo a ver comigo.
Quem nunca teve dúvidas?
Eu tenho, todos os dias e sobretudo sobre se devo um dia voltar a Portugal ou me deixar ficar por aqui, onde a cada dia que passa, sinto um pouco melhor. No inicio diria que morria de saudade e desespero, e o fato da minha irmã ter morrido comigo tão longe de casa e eu, nem ter percebido como era a situação doentia em que vivia a tempo de a ajudar, tal como acontece no filme, deixou um conforto em meu coração. Afinal, somos humanos num filme da vida real e essa é a única verdade.
Afinal lar é onde o amor está e neste momento todo o amor que preciso está em Inglaterra e não em Portugal e se eu voltasse agora, tenho a certeza que iria me arrepender amargamente igual á Georgina.
Por enquanto, vou ficando, a distância pode ser uma benção e no meu caso, com certeza o é, não imagino a minha vida perto da família de sangue, pelo menos de parte dela. A distância ajuda-nos a tomar consciência de certas realidades que não é possível quando a visão está bloqueada por sofismas e estratégias de pessoas que querem te manipular e usar para seu proveito. Posso combater minhas batalhas, estando longe e vou até onde Deus permitir, de resto fico na minha e posso concentrar-me em ser feliz. Inglaterra e Portugal têm coisas muito diferentes a oferecer e por isso mesmo, por agora, escolhi continuar a ser (a) estrangeira numa terra que não a minha.
Deixo o trailer do filme, para que vocês possam ter ideia da beleza daquilo que falo, ah refrescante 

domingo, 23 de outubro de 2016

Shopping Haul- Comprinhas acumuladas


Oi pessoal, já tem vídeo novo no canal e com carinho venho partilhar convosco, mostro as comprinhas acumuladas dos últimos meses e algo que não é muito comum em Portugal. Os brechós de roupas, muito procurados por Londres e em toda a Inglaterra desde os tempos de Margaret Tatcher e a crise económica desses tempos. Existem muitos no Brasil e alguns em Portugal também, mas de todos os países que conheci este é o de longe onde as pessoas têm as suas mentes mais abertas para este tipo de consumo. O que é uma pena, mas espero que depois de verem este vídeo, mais pessoas sintam vontade de visitar estes locais cheios de charme e potencial. 


Espero que gostem e se conhecerem algum brechó que recomendem e conhecem bem, partilhem aqui nos comentários. 

Deixo os endereços de algumas lojas deste género em Lisboa, Portugal:

Troc Arte Nem Luxo Nem Lixo

R. Francisco Metrass, 52A
1350-145 Lisboa

Campo de Ourique

A Outra Face da Lua

Avenida Almirante Reis, 94
1150-022 Lisboa
Arroios

Humana
Av Almirante Reis, nº26 A
1150-018 Lisboa
Arroios

Beijinhos

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Receitas de Outono - Apple Rings

Chegou aquela época do ano em que ficamos com frio e começamos a vestir mais roupas, a tirar os casacos do armário e as meias quente para agasalhar os pés. Acontece que esta época também combina com um dos meus frutos favoritos, a glamorosa maçã que para os pagãos vem da mão de uma bruxa e para os cristãos da serpente e do mal. Teorias á parte eu amo maçãs e seja de que jeito for, eu gosto. E hoje arrisquei fazer uns anéis de maçã que ficaram super deliciosos, chocantes e macios. uma delicia de iguaria e que super combinou com estes dias.




A minha fotos não fazem justiça a esta delicia, mas deixo o link do site I COULD KILL FOR DESSERT da Danielle Noce para que tal como eu vocês possam se inspirar e deliciar.



quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Novo vlog no canal...Primark, comprinhas e muito mais....


A semana passada tivemos a feira anual aqui da cidade, fomos uma manhã e levamos vocês connosco para também verem um pouco disso e ficarem o resto do dia connosco.
Sempre bom passear em família, vem daí!

Se ainda não estás inscrito no canal, aproveita e inscreve-te para ser o primeiro a receber as novidades que por lá vão chegando. 
beijinhos

                


segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Depois não vem...que não tem

Eu tento fazer amizades e ser amiga das pessoas, mas existem muitas pessoas que não estão absolutamente interessadas em nada disso. Talvez ou antes, por certo é minha carência afetiva que criou um buraco imenso e faz com que eu procure atrair pessoas, agradar a elas e o que as pessoas fazem? Um esforço para estar perto de mim é, o que sinto hoje.
A semana passada foi um desses momentos e hoje quando uma dessas pessoas passa por mim na cidade e visivelmente evita cruzar o olhar comigo, fez com que eu tivesse a certeza de que tenho de parar com isto e deixar de incomodar as pessoas. Mas também vou parar de ser idiota e ser gentil para todos e agradar cada um. Não posso amar o mundo inteiro e também não posso pedir que o mundo inteiro me ame. Mas se hoje ignoras a minha existência quando apenas desejei amizade, mais tarde não venhas com histórias da carochinha para o meu lado, não vou estar por perto. Tenho de parar de ser da loja de segunda mão e ser mais difícil e cara, para que talvez seja valorizada minha companhia. Como pode existir tanta falta de amor e pessoas que apenas olham para os seus umbigos? Estou sentindo um desconforto muito grande e vou mudar isto, não por orgulho mas para defender a minha pessoa, aprender a ser mais reservada e não contar com nada de ninguém, nem amor, amizade. Mais amor próprio aqui para esta menina, menos dependência dos outros para preencher os vazios da alma. Amanhã quando vieres falar comigo, serei outra pessoa completamente diferente e saberei andar pela vida como me ensinaste a andar neste dia, de cabeça erguida e sem olhar para baixo.


by Irina Jeanette

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Cuida da tua Vida




Fico meio perturbada quando vejo relacionamentos entre marido/mulher nas redes sociais tão lindos e cristalinos como um romance do grande cinema, sem dramas, tragédias ou fricções de tipo nenhum. Aquilo destila amor e açúcar para todos os lados a um nível quase diabético e que já levou á cegueira total os muitas vezes, nelas envolvidos. Não consigo absorver tanto açúcar destilado no meu sistema num modo non stop. Depois de uma vida a observar relacionamentos e a minha experiência de mulher casada, eu sei que existem tensões, mesmo que mínimas, mas existem, em todos os relacionamentos. E eu, publico estados no facebook e aqui no blog de forma a que honestamente todos saibam que errar é humano e isto tudo nada mais é que um aprendizado. Casamento é aprendizado e deixar o amor seguir seu rumo, mesmo em meio á adaptação nem sempre fácil de um ao outro. Por isso, fico admirada de observar aquelas pessoas que não têm problema nenhum e que suas perfeitas vidas é um conto de fadas do estilo " e viveram felizes para sempre." Eu tenho amor na minha vida, sem perfeição, mas existe amor no meu casamento, tenho um marido maravilhoso e perfeito para mim, em todas as suas imperfeições. Eu também sou perfeita para ele, nas minhas imperfeições e por isso temos um casamento que posso dizer: muito feliz. Porque mesmo depois de tudo, somos sempre os melhores amigos um do outro, confidentes e isso ajuda -nos a superar as diferenças. O diálogo é tudo para nós. Podemos não andar publicamente aos beijos e agarrados um no outro, nunca gostámos disso. Andamos bem lado a lado sem ter de provar a ninguém com amassos e beijos, ou mãos que nunca descolam o que vivemos no nosso amor. Sabemos o que sentimos um pelo outro e não somos inseguros. Não existe espaço para pensar, " ai o que podem pensar X ou Y, se eu não obter uma resposta amorosa do meu marido no facebook a seguir ao meu post imenso declarando meu amor por ele?
Os outros, são apenas isso, os outros!

Se ele, não responder publicamente, que me importa?

Se eu sei que quando estivermos os dois juntos o amor rola entre risadas de cumplicidade, afetos e carícias simples, conversas intimistas.
Não me venham com tretas de meta linguagem, linguagem corporal para saberem qual o nível do nosso amor, pois nunca poderiam estar mais longe da verdade.

O meu conselho seria: cuida da tua vida, do teu casamento, antes que olhando para a casa dos outros, a tua não venha a cair primeiro. Mima o teu marido, cuida da tua imagem, sai dessa vaidade e orgulho estupido e tenta ser uma pessoa mais bonita, por dentro e por fora. Deixa a psicanálise da vida dos outros e procura parar de te enganares a ti mesm@ sobre a tua felicidade. O facebook ou as redes sociais revelam muito pouco sobre a natureza dos meus relacionamentos ou detalhes da minha vida ou se seja de quem for.

Mas posso agora te garantir:
Eu sou feliz e tu, és?

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Ser Consumista

Sonhos de Consumo :
Acabo de acordar e digo Rafha, vamos levantar?
E ele responde:
" deixa eu ficar aqui quietinho mais um pouquinho, estava a sonhar que estávamos na Primark em Londres e já tinha todas as coisas de Natal"

Ai marido, se eu pudesse realizar todos os teus sonhos!

terça-feira, 27 de setembro de 2016

Dicas de Moda



Tem um novo vídeo no nosso canal do Youtube e para aqueles que ainda não viram, eu deixo em baixo o link. Escolhi uma peça de roupa e utilizei em 6 looks diferentes, para inspirar todos e principalmente as mais doces em gostosura.

Espero que gostem :)




Ele não poderia ser melhor e nem mais perfeito. O meu marido é uma pessoa generosa, bonita e compreensiva. Nunca conheci ninguém igual e hoje pergunto, onde fui eu achar tesouro tão precioso?
Claro, não existem contos de fada, mas crescemos tanto juntos nos últimos meses e, ele tem se mostrado amável e compreensivo com meus aprendizados por meio de erros a um nível além do que eu imaginava ser possível. Claro que nos ajudamos mutuamente e já percorremos um longo caminho desde o "Sim" no altar.
Meu melhor amigo, no meio de tantos e imensos conhecidos, meu núcleo, minha vida e meu tudo.
Casamento constrói-se a cada dia e, a cada dia um novo dia. Nunca amei tanto uma pessoa como a ele e estamos nos superando a cada dia nos nossos medos, fragilidades e angústias para fazermos o outro mais seguro e feliz. É um trabalho de equipa, nem sempre fácil, mas sabe tão bem nos irmos aprofundando no conhecimento do outro, além de nós mesmos e amar mais além de nosso eu e carências. Amar não é ser feliz, é achar a felicidade perfeita no fazer o outro feliz e estando lá quando mais ninguém está. Obrigada Rafha por tudo.

Assista nosso canal no YouTube!
https://youtu.be/M-zbRs9i8_w

sábado, 24 de setembro de 2016

A Solidão dos Afetos

Tenho tanto para aprender na vida que por vezes sinto que sou apenas uma criança insegura. Graças a uma infância e crescimento com ausência de afetos e cuidados, tenho um buraco na alma. Um vazio profundo, grande e difícil de preencher, o amor próprio que veio através de conquistas pessoais e profissionais ajudou a preencher um pouco, o amor da nova família e pelo casamento também. Mas eu era diferente, uma pessoa solitária e que não tinha amigos, vivia bem com isso, só buscava o amor. Buscava consolo nos passeios pelas praias desertas, nos bosques, nos livros e tinha nesses meus melhores amigos. Depois da experiência no Brasil tornei-me uma pessoa mais aberta, comunicativa e menos predisposta ao julgamento e preconceito, estava até a gostar da experiência, já que aqui em Inglaterra me faltam praias desertas e os meus pinheiros em bosques recatados, larguei os livros e fui em busca de amizades. Mas é difícil ter amigos ingleses quando não se frequenta os mesmos lugares, tais como, pubs ou discotecas e nunca de tomou álcool na vida. Então, temos conhecidos. Amigos á distância é como os amores á distância, funcionam superficialmente, para conversas bobas e fora de contextos. Amores á distância não resultam e relacionamentos também não, a alma precisa do toque da presença do outro, a tempo e fora de tempo. Tenho de passar mais tempo na minha solidão, como antigamente e apreciar o silêncio, a luz do sol, o dançar das árvores ao som encantando do vento e livros, muito livros. Que nunca mais me volte a faltar o amor próprio, o sol, a luz e o ar para respirar e eu sempre os busque, porque eles se doam a todo o tempo e são essenciais, que eu também me saiba doar aos outros e sem exigir, seguir pela vida feliz.




sábado, 10 de setembro de 2016

Mesmo muito cansada e, depois de uma semana totalmente esgotante a vários níveis , resolvemos gravar vídeos para vocês com muito amor. Sem o material necessário, mas com muita vontade fizemos o impossível, é a lei total do improviso e da gambiarra.

Espreita o canal e inscreve -te para receberes as novidades primeiro.

📍Irina Jeanette Souza📍
📍https://youtu.be/o_K2H--JD0c📍



Beijinhos

quarta-feira, 7 de setembro de 2016

A felicidade....

Cai uma chuva miudinha lá fora, entra vento fresco pela janela, numa noite de verão quente, e nós aqui enrolados em edredons macios escutando os tranquilos sons da noite. Para mim é a melhor descrição de felicidade.

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

A maldicão que virou benção

Há uns dias atrás, a pessoa que me deu á luz, falou que tem pedido muito para que minha vida dê errado a fim de eu me arrepender de atitudes que tive, contra ela, no passado, segundo a própria. Não tenho nada a lamentar ou a devolver, absolutamente nada, contrariando seu pensamento.
O que a pessoa não sabe, é que apesar das minhas dores, sou uma pessoa muito abençoada e com muita coisa a agradecer. Apesar do que me possam desejar, Deus me cobriu de amor e de uma nova família maravilhosa. Hoje meu ser está cheio de luz por todo o bem que tenho usufruído nesta minha nova vida. Compreendo hoje, cada dilema, dificuldade e sou grata a Deus por cada obstáculo e imensamente repleta de amor. O quero dizer é que quando somos abençoados por Deus, nada e nem ninguém vai ter poder para nos fazer mal, até maldições se tornam em bençãos e tudo em nossas vidas, se completa e enche de alegria. Por isso, vamos lutar, prosseguir com um sorriso e no fim tudo fará sentido como num quebra cabeças ou puzzle. E quem o mal faz, para si mesmo o faz. Sou feliz❤️


Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©